quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Documentário sobre a cena do Rock feminino na PB

 Boletim Funesc:

Além dos filmes exibidos todos os finais de semana, uma série de atividades culturais será realizada no Espaço Cine Digital, anexo ao Cine Banguê do Espaço Cultural, até o final deste ano. A primeira ação deste mês de setembro é o lançamento do vídeo “Mulheres no Rock”, documentário dirigido por Tathyana Martins, que acontece nesta quinta-feira (02/09), às 19h, com entrada franca.

Resultado do Projeto Experimental de Conclusão do Curso em Rádio e TV da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com orientação do professor Lúcio Vilar, o documentário mostra a cena feminina do rock paraibano entre as cidades de João Pessoa e Campina Grande, trazendo como destaque as bandas Senhoritas, Evil Force, Bárbara, Noskill, Blue Sheep, Andada e Violet.

O vídeo aborda o trabalho dessas bandas e mostra festivais relacionados à imagem da mulher, produtores locais e opiniões sobre a mulher no rock, preconceito e espaço para a divulgação dos trabalhos.

A diretora Tathyana Martins explica que o documentário é uma forma de divulgar e mostrar a força da mulher paraibana, que vem conquistando espaços inusitados no cenário do rock no estado. “A sensibilidade e a atitude de bandas femininas e mistas, com um som diferenciado e com mulheres não só à frente dos vocais, mas também à frente dos instrumentos, expressam, através do rock, o complexo universo feminino, agradando igualmente homens e mulheres”, observa.

Segundo Tathyana, “Mulheres no Rock” poderá ser considerado como arquivo histórico. “O vídeo retrata o rock feminino de uma maneira particular, o que lhe rendeu o título de produto audiovisual exemplar”, conta.
Nesta quinta-feira, após o lançamento do documentário, a banda Andada, que participou do vídeo, fará um show acústico no hall do Cine Digital. Todas as bandas que integraram o “Mulheres no Rock” vão expor seu material de trabalho.

Um comentário:

Não importa em qual idioma você escreve, o mais importante é o teu feedback. Obrigada!
No matter what language you write, the most important is your feedback. Thank you!