terça-feira, 16 de março de 2010

Infeliz Aniversário para o Plano Collor

Há 20 anos atrás eu não entendia o que estava acontecendo com o Brasil, durante o governo Fernando Collor de Melo. Eu tinha apenas 8 anos, mas sentia na pele as consequências da inflação.

Meu pai, funcionário público, chefe de família, que na época arcava com todas as despesas da casa sozinho. Minha mãe na época só se ocupava com os serviços domésticos, criando 3 crianças ao mesmo tempo que concluía seus estudos.

Eu tive uma infância maravilhosa. Mas, eu lembro das dificuldades que o meu pai teve para pagar a nossa escola e da mágica que minha mãe fazia com o nosso orçamento nas compras de supermercado. Somente o necessário! E ainda sim, o dinheiro mal dava para as coisas mais importantes.

Lembro de todo mundo criticar o governo e o presidente Collor. Minha irmã(mais velha) e eu entre uma brincadeira e outra com nossas amigas na rua ou na escola, falávamos mal do governo. Coisa de criança, repetir o que se escuta dentro de casa.

Ao meu redor, parecia que o mundo todo estava sofrendo por causa da inflação. A minha família não era a única.

Eu tenho uma memória fotográfica!
Na época das eleições de 1989, quando Collor disputava a presidência da república do Brasil contra Luís Inácio Lula da Silva, lembro-me de algumas pessoas falarem que iriam votar no Collor porque ele era "bonito".(rs)
E lembro da minha mãe ficar indignada quando ouvia alguém falar esse absurdo. Depois que ele assumiu o poder e "confiscou" as poupanças daqueles que lhe elegeram, eu comecei a achar que minha mãe era alguma espécie de profeta. Porque tudo que ela dizia que iria acontecer se Fernando Collor ganhasse a eleição, de fato se concretizou.

Meus pensamentos de criança, na época: Como podem as pessoas serem tão burras pra eleger um presidente que todo mundo já sabia que iria afundar o Brasil?! Sim! Porque se minha mãe percebeu que isso iria acontecer, ela não foi a única.

Conclusão:
Eu era uma pessoa mais filosófica quando era criança. hehehehe

Débora Aquino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não importa em qual idioma você escreve, o mais importante é o teu feedback. Obrigada!
No matter what language you write, the most important is your feedback. Thank you!