quarta-feira, 17 de março de 2010

"São bens da UNIÃO: o MAR territorial" Está na Constituição!

A respeito dessa polêmica sobre a divisão dos royalties do pré-sal, o governador do RJ Sérgio Cabral junto com antigos adversários políticos se uniram ao protesto contra a mudança na distribuição dos royalties. Até os músicos e artistas globais caíram na lábia, ou melhor se motivaram com as lágrimas de crocodilo do governador Cabral.

Cabral está incentivanto a população fluminense a serem hostis com os outros Estados que serão beneficiados com uma parcela um pouco maior dos royalties que a do RJ.

O governador do RJ chora pelos royalyties, chora por não poder levar uma fatia maior do bolo pro seu próprio bolso... Affy!
E os manifestantes nem sabem porque estão lá. Eles gritam: "o petróleo é nosso". Petróleo? Jamais! A única coisa que lhes é de direito, como explicou o senador Sérgio Camata, é a indenização pela compensação da exploração do petróleo.

Nós, que fazemos parte dos Estados mais pobres, não sentimos inveja do Rio de Janeiro e nem queremos prejudicar a futura Sede das Olímpiadas em 2016. Por que eu, que moro no nordeste, que estou rodeada das mais belas praias do mundo sentiria inveja do RJ?! E não, nós não somos sustentados pelos cariocas (ou fluminenses), se assim preferirem.

E essa manifestação que levou centenas de pessoas a faltarem ao trabalho nesta quarta-feira (17 de março), foi só um motivo que o governador Sérgio Cabral arranjou para cair na farra e fazer campanha. Afinal, é só com isso que os políticos se preocupam: se autopromoverem.
E o José Serra babando o ovo?! É claro que ele apóia o manifesto contra a emenda Ibsen...
Estamos em ano eleitoral!
Não se esqueça disso.

Débora Aquino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não importa em qual idioma você escreve, o mais importante é o teu feedback. Obrigada!
No matter what language you write, the most important is your feedback. Thank you!