domingo, 19 de setembro de 2010

Ô tempo bom!

Eita saudades de quando o clube da luluzinha era um clube misto. Das indagações filosofais na casa de
Eloísa sobre o "Beijo grego", e matarmos nossa curiosidade pueril sobre o "candelabro italiano" com o esclarecimento dos nossos amigos: Rodrigo, Kleiton, Jefferson, Normando e Daniel.

Com essa turma não havia tédio nem tabus. De tudo se falava a respeito e o respeito era compartilhado por todos. Lembro-me das bandas fictícias e das músicas que invantávamos na hora, quando nos reuníamos aqui em casa, improvisando um "luau" meia boca, ao som de um atabaque, afanado por Normando, e "Theobaldo",o violão de Sybelle.

Nós tínhamos duas bandas imaginárias uma só das meninas e outra só dos meninos. A dos meninos era de pagode e se chamava "Os baitolas" e cada um tinha um nome artístico: Kleiton era Gayton, Fabinho (meu irmão) era Fabicha, Idelbrando era Idelbicha, Normando era Nofresco, Rodrigo era Rodrirracha e líder do grupo. E a banda das meninas era uma espécie de homanagem às cantoras de MPB, chamava-se "Rock das Aranhas" e nós também tínhamos nomes de guerra: Eu era "Débora Eller", Sybelle era "Lanlan Belly", Eloísa era "Elô Rorrô" e Drielle era "Drielle Duncan". Hahahaha!

Não tinha tempo ruim com a gente, éramos muito criativos quando o assunto era diversão e impedir que se morresse de tédio. Rodrigo foi a pessoa que mais inventou jargões para essa turma que até hoje estão presos na minha língua ferina.

Creio que todos nós evoluímos ao abrirmos nossas mentes quando compartilhávamos conhecimentos entre nós, com assuntos polêmicos e com coisas que não podíamos ou não tinhamos coragem de desabafar em casa com a família. Aprendi muito com essas pessoas, por isso cultivo essas amizades até hoje. Claro que não nos encontramos com a mesma frequência, já que hoje temos obrigações e responsabilidades de adultos (chato).

3 comentários:

  1. Só me resta a inveja de não ter participado e dividido estes momentos com vocês. Tem pró não, eu supero... kkkkkkkkk Adoro você Debinha!

    ResponderExcluir
  2. Splaty! esse post deborica maninha!!!!
    "What a drag is get old"
    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. Porra acabei de reviver uma época especial.
    muito massa mesmo Débora...

    ResponderExcluir

Não importa em qual idioma você escreve, o mais importante é o teu feedback. Obrigada!
No matter what language you write, the most important is your feedback. Thank you!