segunda-feira, 29 de março de 2010

Caso Isabella

Durante toda a semana, de 22 de março à 26 de março, o Brasil acompanhou o drama real e polêmico que se tornou o julgamento do casal Nardoni, pai e madrasta de Isabella Nardoni. 
Vítima de um assassinato misterioso e cruel, ocorrido em 29 de março de 2008. A pequena Isabella, que na época tinha apenas 5 anos de idade, foi encontrada desfalecida no jardim do prédio onde seu pai morava, após ser jogada propositalmente da janela do apartamento após sofrer uma série de abusos dentro de casa, mais tarde confirmados através da perícia.
Voltando ao julgamento, que para muitos brasileiros se tornou uma novela da vida real, de acordo com as estatísticas esse foi o caso de maior repercussão na mídia, superando até o caso Daniela Perez. Foi um julgamento longo e difícil, com interrogatórios que duraram o dia todo para cada testemunha. Enfim, o júri decidiu culpar os acusados pela morte da vítima. O que não foi nenhuma surpresa.
Eu me surpreendi com a reação de ódio da população que aguardava o resultado final e a setença do juiz do lado de fora do fórum. As pessoas comemoravam como se fosse Copa do Mundo de Futebol, com fogos de arttifício e gritos de felicidade.
Penso sim que a justiça foi feita. Que as provas científicas são capazes de desvendar qualquer crime; 
Que os peritos fizeram um ótimo trabalho em busca da verdade e não com a intenção de condenar ninguém.
Mas não há nada de bom nisso. A mãe da Isabella, Ana Carolina Oliveira, perdeu uma filha e não há justiça nesse mundo que mude isto. O pior de tudo é saber que alguém com quem você compartilhou momentos íntimos e de felicidade, como o nascimento da única filha, foi o responsável pela vida ceifada da pessoa mais importante de sua vida. Isso é muito triste! Sua reação após receber o verdicto, ao aparecer na varanda de seu apartamento, expressou exatamente isso: tristeza!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não importa em qual idioma você escreve, o mais importante é o teu feedback. Obrigada!
No matter what language you write, the most important is your feedback. Thank you!